segunda-feira, 29 de outubro de 2018

DR

Decreto-Lei n.º 86/2018 - Diário da República n.º 208/2018, Série I de 2018-10-29116809383

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS
Altera o Regulamento das Custas Processuais
Saúde - Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa
Procedimento concursal comum para o recrutamento de trabalhadores com relação jurídica de emprego público previamente constituída por tempo indeterminado, para o preenchimento de 17 (dezassete) postos de trabalho do mapa de pessoal do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, na categoria de enfermeiro da carreira especial de enfermagem

...

[Mensagem reduzida]  Ver toda a mensagem

UM EXEMPLO DIGNO DE NOTA



«CONVERSA DE ADVOGADOS

Os enfermeiros da ULSM estiveram esta semana na Assembleia da República a apresentar as injustiças do descongelamento aos grupos parlamentares dos vários partidos. 

Apresentamos as várias injustiças e a diversidade do comportamento dos vários conselhos de administração por todo o país.

Dois grupos parlamentares afirmaram que iriam pedir esclarecimentos ao governo. Com um breve enquadramento e várias questões para serem respondidas. 

O grupo parlamentar do PS, disse que o legislador tinha um objectivo com a lei, e que no seu entendimento estavam constituídas algumas injustiças, que obrigavam à monitorização da aplicação da Lei. 

Outro grupo parlamentar disse que tendo oportunidade iria questionar a Ministra da Saúde relativamente à matéria de descongelamento e às várias injustiças relacionadas.

Foi ainda sugerido que teríamos a ganhar em apresentar o caso à Comissão de Saúde e à Comissão do Trabalho e Segurança Social. Foi sugerido desta forma, que fossem representadas as várias Instituições lesadas, tendo como denominador os vários princípios enformadores que dão base às nossas reivindicações, de forma a restituir os nossos direitos. 

Sugeria ainda apresentar o caso à Sub-Comissão para a igualdade e não discriminação. 

Lembrar que as Comissões são representadas pelos vários partidos.

Tentamos durante as reuniões alertar para o facto de que seria primordial a constituição de uma nova carreira. Seria essencial a criação da categoria de enfermeiro especialista, valorizando a complexidade das competências do enfermeiro especialista e da categoria do enfermeiro gestor. Factores essenciais para permitir o crescimento e auto regulação. 

Foi transmitindo o valor da regulação especial para os enfermeiros e que seria fundamental a harmonização dos vários regimes de contratação na nova carreira. Facto essencial para evitar muitos problemas no futuro para a profissão,tal como estes, no seu enquadramento no SNS. 

O objectivo desta publicação é tentar encontrar representantes da instituições lesadas, para pedirmos audiência às Comissões supra-citadas, para apresentarmos o enquadramento deste processo a nível nacional. 

Seria vantajoso um ou dois representantes de cada instituição, preferencialmente que já estivessem organizados internamente, mas poderão ser outros colegas que o queiram fazer e reúnam consenso interno.

Digam alguma coisa em resposta à publicação ou em mensagem privada. 

Abraço

Muito Obrigado.»

NB: IMAGINEM QUE OS DEPUTADOS QUE OS RECEBERAM LEVAVAM ISTO A SÉRIO!
SERÁ POSSÍVEL HAVER, NOS DIAS QUE CORREM, EM MATOSINHOS, PESSOAS QUE DESCONHEÇAM TÃO PROFUNDAMENTE O TRABALHO DOS SINDICATOS ACERCA DESTAS MATÉRIAS?!
OU SERÁ QUE COMEÇOU A CAMPANHA DOS MILHÕES!? (70.000X10=700.000 E 700.000€12MESES =8.400.000 €/ANO).
VALE A PENA FAZER UNS NÚMEROS DE CIRCO, PORQUE AQUI, AO CONTRÁRIO DOS MANDRIÕES E MALANDRECOS DOS SINDICATOS DOS ENFERMEIROS, MORMENTE DOS DA FENSE, O CRIME COMPENSA LARGAMENTE, O PERIGO DE CAIR DO TRAPÉZIO.
ACHAS ISTO POSSÍVEL A FAVOR DOS "DESPROTEGIDOS ENFERMEIROS?"
SEI LÁ, EU PENSAVA QUE ELES NUNCA ESTÃO SÓS, DIZ O ZÉ!

A FENSE,

José Azevedo e fernando Correia

ULTIMA HORA!
Duarte (advogado) migrou do consultório Aguiar Branco para o de Rogério Alves.
200 Enfermeiros pagaram ou vão pagar 300€ cada um o que 200x300€=60.000€), para satisfazerem uma curiosidade; resolver o que se está resolvendo.
A percentagem da coleta, para os caçadores de anjinhos, é 25%.
Será que os Enfermeiros merecem isto?
Os que pagaram merecem isso e muito mais.
Dizem-nos que Duarte Advogado está encarregado de defender os Corpos Gerentes da Ordem Enfermeira, mas desta ligação não temos certezas e não é nosso hábito divulgar, como é(?) "fake news" ?


E AINDA:

MORAL DA COISA: "ESMOLA QUE MATA O POBRE...NUNCA ELA APAREÇA"

Claro: os promotores destas habilidades, muito mais hábeis do que as do outro, entendem-nos muito bem!

d

UM LIVRO NEGRO PARA CURIOSOS


UM LIVRO NEGRO PARA CURIOSOS<CLICAR> I

UM LIVRO NEGRO <CLICAR> II


Da França vêm-nos alguns exemplos de meditação que irei publicar em pedaços de utilidade prática.

José Azevedo

domingo, 28 de outubro de 2018

ENFERMEIRA PREMIADA SÓ EM INGLATERRA



ENFERMEIRA PREMIADA - DÁ QUE PENSAR!<CLICAR>

Não obstante a origem da feliz contemplada repetente, em Portugal "medicocentrico", inspirado no Sr.dos Aflitos, os Enfermeiros enquanto COMPLEMENTO DA COISA numa bela inspiração Estalinista-Putinista, não existem, como enfermeiros. Só há o contrapeso com ligeiras referências e direitos constitucionais.
Quanto aos lugares: os concursos são publicados para valerem em datas anteriores à da publicação.
Já os cuidados de longa duração ainda não foram descobertos, em Portugal, porque é um país com governantes de ideias de curta duração!
Veja-se o Primeiro Ministro e o que disse dos Enfermeiros; simplesmente, a duração e efeito do dito, foi-se antes de acabar a frase.
Cuidados de longa duração, nem pensar.
A não ser que o expulso administrador de Guimarães da Senhora Oliveira vá descobrir os "hospitais domésticos" de longo alcance. Mas se tratar os Enfermeiros como os tratou em Guimarães, tenho dito...

Vale a pena saber estas coisas para nos podermos comparar. Se não houvesse estas referências nem sabíamos se estávamos vivos ou mortos; parados ou em movimento!

Basta contemplar o sorriso da Enfermeira Sílvia Nunes, para sacudir para longe o hipocondrismo inventado pelos seguidores da cobra enrolada em pau de marmeleiro.

José Azevedo

COINCIDÊNCIA




COINCIDÊNCIA<CLICAR>


NB: SÃO EXATAMENTE OS HOSPITAIS, ONDE OS DIREITOS DOS ENFERMEIROS SÃO ATROPELADOS COM MAIOR FREQUÊNCIA E INTENSIDADE.
CONCLUSÃO: OS LUCROS NÃO SÃO POR SEREM PRIVADOS, NA ADMINISTRAÇÃO "SUI GENERIS" MAS POR SEREM ONDE O ATROPELO AOS DIREITOS DOS ENFERMEIROS SÃO MAIORES.
POR EXEMPLO, NO MELO SCALA BRAGA OS MÉDICOS FAZEM SIGIC NAS HORAS NORMAIS DE SERVIÇO E OS ENFERMEIROS AJUDAM OS MÉDICOS MAS SEM SIGIC.
DECLARAMOS ISTO  À PJ E FOI NEGADO PELO HOSPITAL.
O SIGIC é um método para reduzir as listas de espera que a "cera" produz, para reduzir através do sistema de "produção adicional", fora das horas de serviço e, eventualmente das equipas habituais e normais.

Estas produções adicionais são pagas à parte.
A verba é 50%  para o Hospital e 50% para a equipa.
Os Enfermeiros não passam dos 7 ou 8% sendo os 43 ou 42% para a equipa Médica (cirurgião e anestesista).
Portanto; estão a lesar o Estado com o agravamento das cirurgias feitas nos horários normais, que deviam ser gratuitas e, passam a pagamento extraordinário.
Será que a ACSS não sabe disto?
É na redução destes abusos que vamos conseguir dinheiro para dobrar o vencimento dos Enfermeiros.
Por enquanto os Enfermeiros têm medo, como acontece nestes casos, com ameaças de desemprego e outras.
Mas vão perdendo o medo, que é coisa que não cultivamos e vamos transmitindo este "sem medo" aos colegas.
E também podemos passar ao ataque a estes, que metem medo, para saberem como dói.

Quando informamos que 87% do bolo das remunerações do Ministério da Saúde são remunerações dos Médicos, que são apenas 12% do total dos trabalhadores, sabemos do que falamos.
Até lamentamos que haja enfermeiros que participam neste escândalo, quando mais não seja, ocultando-o.
Esperamos que metam este capítulo nas reformas do SNS, rumo à sustentabilidade do mesmo.
Esperamos...sentados.
José Azevedo

sábado, 27 de outubro de 2018

O PERIGO ESTÁ EXATAMENTE NA INDEPENDÊNCIA DOS INDEPENDENTES



DE TÃO INDEPENDENTES QUE COMEÇARAM; ACABARAM DEPENDENTES DE TUDO E TODOS

De Catarina recebi o texto que anexo. Ela pensa que sou um invejoso egoista que não distingue um idiota de um ideólogo; longe disso.
Respeito as ideias venham de onde vierem.
Dentro de dias vai ter a prova do meu respeito pelas ideias alheias que vai ao ponto de lhe esclarecer com nomes e tudo a origem e o destino do movimento que está a servir para sacralizar uma ideia.
Quando reconheço que me engano, dou os passos necessários, para trás, pra o lado, para a frente, para corrigir os erros que cometo (errare humanum est).
Não me envergonho de ser humano e errar. Até já cheguei a requerer aos deuses o dom da ubiquidade, para poder estar em mais de um local ao mesmo tempo. O requerimento veio indeferido, porque esse dom é só para deuses e, ao indeferirem o meu requerimento lembraram a minha natureza humana.
MORAL DA COISA: Vá o pobre sem esmola, mas não vá sem resposta.
(José Azevedo escreveu...)

 De Catarina para José
«Boa tarde,
Já tinha conhecimento!

Mas a sério que acredita mesmo nisso?

Ou está apenas aborrecido pela ideia não ter partido de si?

Como sabe os mentores da Greve Cirúrgica já deram a cara, e são enfermeiros da prática independentes de qualquer partido. Aquilo de que nos acusa não tem qualquer sentido. 

Bom sábado. 

Estamos sempre a tempo de dar um passo atrás e mudar a nossa opinião!

Cumprimentos Enfermeiro Azevedo.

PS.: Ainda com esperança de que volte a ser aquele que tantos enfermeiros inspirou em Setembro de 2017!

Catarina Barbosa»

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

SINDICALISTAS OS MAUS DA FITA


AMEAÇAM O SANTO COSTA<CLICAR>

E É BEM FEITO<CLICAR>

OS HORÁRIOS ESTÃO CERTOS<CLICAR>

MUITA PARRA E POUCA UVA<CLICAR>

ALERTA VERMELHO ÀS ANGARIAÇÕES DE FUNDOS



AVISAMOS OS COLEGAS QUE HÁ QUEM ESTEJA A EXPLORAR OS ENFERMEIROS COM A ANGARIAÇÃO DE FUNDOS PARA CONTRATAR ADVOGADOS DE RENOME, MAS ADVOGADOS, COM O FIM DE CONSEGUIREM RESOLVER PROBLEMAS COMO O DE METER O ESTADO EM TRIBUNAL COM BASE NAS PATIFARIAS DE QUE OS ENFERMEIROS TÊM SIDO VÍTIMAS.

NÃO SE ESQUEÇAM DE QUE A FENSE ESTÁ A FAZER A LIMPEZA, QUE DEMORA ALGUM TEMPO.
NÃO PODEM ESQUECER QUE ESTIVEMOS PELO MENOS 13 ANOS CONGELADOS E PARADOS.
ACONSELHAMOS UM POUCO DE PACIÊNCIA.
LEMBRAMOS QUE OS ENFERMEIROS NÃO SÃO TODOS BONS, NEM A BONDADE OU MALDADE LHES ADVÉM DO FACTO DE SEREM ENFERMEIROS.
JÁ DETETÁMOS ALGUNS ANGARIADORES COMBINADOS COM ADVOGADOS PARA EXTORQUIREM DINHEIRO AOS ENFERMEIROS.
COMO SE IMPÕE, ENTREGÁMOS O ASSUNTO A QUEM DEVE E PODE RESOLVÊ-LO.

José Azevedo

MENTIR É FEIO E NÃO COMPENSA




(José Azevedo)

AGORA A CULPA É DO CENTENO; INOCENTES SÃO OS OUTROS<CLICAR>

AS MINUTAS PARA RECLAMAR PONTOS

MINUTA DE REQUERIMENTO DOS NÃO PONTOS:
Nome ….
«Vem requerer, nos termos do art.º 28º do DL 248/2009 de 22 de Setembro e, ainda, do art.º 44º do DL 437/91 de 8 de Novembro que lhe seja feita a avaliação progressão, de acordo com estes princípios legais, visto que o art.º101º da Lei 12-A/2008 de 27 de Fevereiro exclui as Carreiras de Regime Especial, onde a Carreira Especial de Enfermagem se enquadra, do seu âmbito.
Pede Deferimento
Data

Assinatura»
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<\/>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Minuta para requerer os 150€ de especialista, em função de
Nome… Serviço …especialidade…
Vem por este meio requerer o pagamento subsídio de 150€/mês, a que tem direito, atribuídos pelo Decreto-lei 27/2018 de 27 de Abril, que determina:

«Artigo 1.º
Objeto
O presente decreto-lei procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 122/2010, de 11 de novembro, fixando o montante do suplemento remuneratório devido aos trabalhadores enfermeiros que, quando integrados na categoria de enfermeiro, desenvolvam o conteúdo funcional reservado aos enfermeiros detentores do título de enfermeiro especialista, incluindo os abrangidos pelo Decreto-Lei n.º 247/2009, de 22 de setembro.
…….
«Artigo 4.º
Remuneração das funções de direção e chefia bem como das funções de enfermeiro que exijam a posse de título de enfermeiro especialista
1 - [...].
2 - [...].
3 - O exercício de funções por parte dos trabalhadores enfermeiros integrados na categoria de enfermeiro que, encontrando-se habilitados com o correspondente título de enfermeiro especialista, de acordo com o disposto no n.º 2 do artigo 9.º do Decreto-Lei n.º 248/2009, de 22 de setembro, desenvolvam o conteúdo funcional previsto nas alíneas j) a p) do n.º 1 do mesmo artigo, confere o direito à remuneração base do trabalhador, acrescida de um suplemento remuneratório de (euro) 150,00, ».

Dado que tendo tomado posse como especialista e o DL 247/2009 e/ou DL 248/2009 ambos de 22 de Setembro, me integra na categoria de enfermeiro/a e como determina o nº 3 do art.º 4º do DL 27/2018, sendo integrado/a como enfermeira/o;
Me encontro habilitado/a com o título de especialista;
Tenho direito ao referido subsídio de 150€ a partir de 1 de Janeiro 2018.
Pede deferimento
Data
Assinatura



quinta-feira, 25 de outubro de 2018

CAVACO SILVA - INÊS DE CASTRO



«ESTAVAS LINDA INÊS, POSTA EM SOSSEGO/
DE TEUS VERDES ANOS COLHENDO O DOCE FRUITO/
NAQUELE ENGANO D'ALMA LEDO E CEGO/ 
QUE A FORTUNA NÃO DEIXA DURAR MUITO/
NOS SAUDOSOS CAMPOS DO MONDEGO/
DE TEUS FORMOSOS OLHOS NUNCA ENXUTO/
AOS MONTES ENSINANDO E ÀS ERVINHAS/
O NOME QUE NO PEITO ESCRITO TINHAS.» (Lusíadas - Camões - canto III)

"Do teu Príncipe ali te respondiam
As lembranças que na alma lhe moravam,
Que sempre ante seus olhos te traziam,
Quando dos teus formosos se apartavam:
De noite em doces sonhos, que mentiam,
De dia em pensamentos, que voavam.
E quanto enfim cuidava, e quanto via,
Eram tudo memórias de alegria." (do mesmo Lusíadas)


Inês depois de morta foi rainha!
Cavaco Silva depois de cumprida a missão continua REI  a tratar as coisas sérias com seriedade.
Moral da História: "Os miúdos não atiram pedras às árvores sem fruto"
~



FRASES DE ALBERTO CAMUS E JUAN CARVALHO



NB: EU BEM VOS DIZIA QUE AS PAPAS À NOITE FAZIAM AZIA




"NADA É MAIS DEPRECIÁVEL QUE O RESPEITO BASEADO NO MEDO" - CAMUS - <CLICAR>

DE JUAN CARVALHO PARA JOSÉ CARLOS MARTINS COM FIDELIDADE E LEALDADE



GREVE 26




DIZ A SRNOM PELO SEU SEMI-BASTONÁRIO


DIZ SRNOM<CLICAR>

NB: QUEM FOI QUE DESTRUIU A HIERARQUIA DE ENFERMAGERM?
COM QUE INTENÇÕES?
COM QUE PROVEITOS?
OU APROVEITAMENTOS?
TALVEZ O PIZARRO MANUEL POSSA ESCLARECER QUEM O MANDOU FAZER O QUE FEZ!...
E QUEM NÃO PUDER SALVAR-SE, AFOGA-SE?
(José Azevedo)

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

ANGARIAÇÃO DE FUNDOS E A BIOGÉNESE



NA ENFERMAGEM contrariando a teoria de Huxley na teoria da "biogénese", estão a nascer uns movimentos de geração espontânea para fazerem o que está feito.
No Hospital Pedro Hispano (João XXI - Papa) andam a cotizar 1€/per capite para um desses micróbios de geração espontânea ir a Lisboa falar dos CIT com os deputados da Nação Imortal, na tentativa de os sensibilizar para o facto de estarem aí, os CIT, claro.
Estes movimentos não são originais; tentam imitar os "champignons" franceses que levaram à falência o movimento sindical francês. É da história.
Os CIT, as Parteiras; os Enfermeiros de Bloco Cirurgico e todos os outros fazem parte de um conjunto que representamos.
Para nós e no melhor sentido, nenhum é mais importante que o outro, pois o valor está no conjunto e na sua diversidade.
Por razões que não nos compete analisar, há pessoos que se julgam mais expertos que os outros e que a vida profissional é uma brincadeira e divertem-se a enganar os colegas, animados das melhores intenções, supomos...
Além da figura que não nos agrada ver colegas fazerem, convém lembrar que a solução dos problemas não é de grupos, mas do conjunto e essa, está em marcha.
Não lhes falta serviço dentro do sistema por isso não precisam de armar em lebres de maratonistas e correrem ao lado da pista.

Fariam um bom trabalho se em vez de irem falar para ouvintes profissionais, criassem pressão no Hospital para fazerem  a avaliação do desempenho dos CIT segundo a clásula 3ª do ACT publicado no Boletim de Trabalho e Emprego - BTE nº11, publicado em 22 de março de 2018.

JÁ BASTA O DINHEIRO QUE ANDAM A GASTAR EM ADVOGADOS, INUTILMENTE.

José Azevedo e Fernando Correia


PAULO MENDO FALA DO QUE SABE

NB: FOI ESTE SENHOR QUE FEZ A CARREIRA DE 305/81 DE 12 DE NOVEMBRO.
FOI ELE A QUEM A ENFERMAGEM FICOU A DEVER MUITOS AVANÇOS DE ACORDO COM A VISÃO CORRETA DO VALOR DA ENFERMAGEM.
SEM O SEU CONTRIBUTO A ENFERMAGEM NÃO TINHA ADQUIRIDO O PATRIMÓNIO TÉCNICO-CIENTÍFICO, QUE ADQUIRIU E TEM VINDO A DESBARATAR.
TIVE A HONRA DE SER SEU ASSESSOR A TÍTULO GRACIOSO, NESTE PROCESSO DE EVOLUÇÃO DA SAÚDE VIA ENFERMAGEM.
MAS NENHUM DE NÓS SE LEMBROU DE VACINAR A ENFERMAGEM CONTRA A EPIDEMIA DE I.U. QUE A ATACA. E, NÃO A MATANDO, DEBILITA-A.
POR ISSO REFERE QUE A DESTRUIÇÃO DA HIERARQUIA DE ENFERMAGEM FOI UM ERRO E EU ACRESCENTO; FOI UM CRIME QUE TODOS ESTÃO A PAGAR INCLUINDO OS DIRETORES DE SERVIÇO MÉDICOS QUE DEIXARAM DE TER A NOÇÃO DE SEGURANÇA NOS SERVIÇOS, ONDE SÃO DIRETORES.
É POR ESTA E POR OUTRAS QUE A FENSE LUTA PELA REPOSIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO ENFERMEIRA SEM A QUAL A TESE DA PRIVADA CONTINUA A INQUINAR O SERVIÇO PÚBLICO.
FOI POR MALVADEZ OU ESTUPIDEZ OU AMBAS QUE O COMUNISTA/SOCIALIZADO M. PIZARRO FEZ DA ENFERMAGEM O QUE FEZ.
RECORDAR O QUE DE BOM E DE MAU FAZEM OS GOVERNANTES É UM DEVER SINDICAL.
ELES PASSAM, MAS OS SINDICATOS FICAM, PARA OS JULGAREM (José Azevedo)

PAULO MENDO FALA DO QUE SABE<CLICAR>

ANTENA ABERTA SOBRE SERVIÇO SAÚDE <CLICAR>

AVENTURAS DOS AVENTUREIROS



AVENTURAS DOS AVENTUREIROS <CLICAR>

NB: Eles só querem e precisam de dar nas vistas.
Quanto aos fundos que andam a angariar, se não tiverem forma de os distribuir pelos grevistas, não lhes faltam maneiras de os aplicar...
Mas para isso é melhor fazerem as perguntas aos angariadores, pois a FENSE não tem respostas seguras.
a FENSE
José Azevedo e Fernando Correia

A CONFERÊNCIA DE IMPRENSA SEM JORNALISTAS



NB. QUEM ESPETOU AS SETAS NAS COSTAS DO CARLOS E DEIXOU AS PONTAS DE FORA FOI JUAN, À DIREITA DO ZÉ CARLOS (VER BANDO DOS 4)

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA SEM JORNALISTAS <CLICAR>

O BANDO DOS 4 E A UNIÃO À 1ª VISTA <CLICAR>

VEJAM COMO ELES SE RESPEITAM.
PERCEBEM, AGORA PORQUE NÃO CONSEGUEM SENTAR O SEP NUMA MESA COMUM A MELHORAR A SITUAÇÃO DOS ENFERMEIROS.
ESSA NÃO É A MISSÃO DO SEP - AMEM - RESPONDE O CORO!

apostem aqui: <ESTÁ EM PROMOÇÃO - CLICAR>

terça-feira, 23 de outubro de 2018

DESCONGELAMENTOS LEGAIS



DESCONGELAMENTOS LEGAIS<CLICAR>

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS CIT <CLICAR>

COMO FOI POSSÍVEL CHEGAR ATÉ AQUI!?




MEDO DE QUE?

MEDO DE QUEM?

COLEGAS MEDRICAS
É evidente que estamos convosco, pois que uma pessoa com medos é pessoa exposta a perigos vários nomeadamente, na área de onde vem o medo.
Infelizmente, não fomos capazes de isolar a Enfermagem da origem desses medos, nalguns casos bem fundamentados, à estalinista serôdia.
É nessa política estalinista de que Portugal é um dos poucos redutos, com cerca de 5% de seguidores, que nasce o medo, no caso dos Enfermeiros, para os expor e explorar mais facilmente.
Não é por acaso que os Enfermeiros recebem a fatia de 5% do bolo e os Médicos 87%, sendo os Enfermeiros 36, 4% do total de trabalhadores do MS e os Médicos 12,3% do total de trabalhadores do MS.
Também não foi por acaso que as Escolas de Enfermagem foram assaltadas pelo PCP travestido de MDP/CDE bacoco, quando muitos de vós não eram nascidos.
É aí, por razões óbvias que começa a cultura do medo e o ataque à minha linguagem que classificam de brejeira e bloqueada no Ministério da Saúde, por um ex-ministro, que tentava apanhar o vento com os braços ao alto e foi-se na enxurrada, que não foi tão violenta, na limpeza como seria necessário.
Sem ser modelo, sabem como combato o medo?
Ataco o problema nas suas causas.
Convenço-me em profunda meditação sobre as formas de atacar o medo e chego sempre à mesma conclusão:
A MELHOR MANEIRA DE COMBATER O MEDO É PASSAR DA DEFESA AO ATAQUE.
Com esta estratégia o amedrontador recua, por que atua na escuridão e teme a luz clarificadora.
Mantenham a esperança de erradicarmos os amedrontradores de inocentes, pois estamos a ter sucesso nas nossas lutas, porque como diz o Povo: «Não há mal que não se acabe, nem bem que dure para sempre».
Depois tendes que ver esses monstros com pontos fracos, em grande quantidade, que não passam de bandalhos relapsos, muitos dos quais nem sequer resistem a um sopro bem orientado.
Finalmente não esqueçais que tendes, neste Sindicato dos Enfermeiros - SE um porto de abrigo onde podeis recorrer depois de desferirdes ataques eficazes nesses amedrontadores.
UM DOS OBJETIVOS PERMANENTES DESTE SINDICATO É O ATAQUE A ESSES MONSTROS DE PAPELÃO QUE METEM MEDO AOS DESPREVENIDOS, QUE NÃO É O NOSSO CASO, POIS ATÉ FOGEM DE NÓS.
Não foi por acaso que bloquearam o nosso blogue "sersindicalista". Foi por saberem que lhe estamos a desmontar a estratégia, nomeadamente a do medo, que metem a quem precisa de comer o pão com o suor do seu rosto, para ser redimido do Pecado Original. Foi esta a sentença do Padre Eterno, aquando da Eva, Adão e Maçã, cujo caroço ficou espetado na garganta do Adão que os Médicos oportunistas, aproveitaram logo para ver na saliência pescoçal a maçã de Adão .
(José Azevedo)
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>\/<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

De: enfermeiros.anonimos@sapo.pt [mailto:enfermeiros.anonimos@sapo.pt]
Enviada: terça-feira, 23 de Outubro de 2018 02:56
Para: sede@sep.ptgeral@senfermeiros.ptgeral@enfermeiros-sipe.com

Assunto: Não se esqueçam de nós
Somos um grupo de enfermeiros. Enviamos o presente e-mail de forma anónima porque temos medo de represálias. Sabemos que é tempo de luta na nossa profissão e que estão, certamente, assuntos mais importantes na mesa. Além disso, pedimos para que não sejamos mal interpretados e afirmamos que nada temos contra nenhum colega de profissão.
 
Ser jovem neste pais não é fácil e arranjar emprego (decente e com remuneração JUSTA e DIGNA) também não o é. Quem quer lutar por esses direitos vê-se obrigado a mudar-se de malas e bagagens para outras partes do país. Esse é o nosso caso. Sabemos que as ditas “cunhas” existem e sempre existiram. Nunca pensamos que nos hospitais públicos também existissem, ou pelo menos não de forma tão descarada. Falamos sobretudo nos hospitais do norte do país. Tem sido totalmente vergonhoso. Não há mão nisto, não há ninguém que lute por nós. Por nós, os que estamos a 500km e outros a 1200km a lutar pela dita “experiência” que nos é exigida. Estamos exaustos, trabalhamos em contexto hospitalar diariamente e há anos. Estamos longe das nossas famílias, de tudo o que nos é mais importante.
 
Existem vários casos de favorecimento em concursos públicos. Concursos esses que não são transparentes. As pessoas têm medo de denunciar porque vão sofrer irremediavelmente represálias e arruinar quaisquer hipóteses que possam surgir naquela instituição. Ninguém faz queixa, ninguém faz nada e os que realmente fazem esforços todos os dias ficam para trás. Falemos aqui de dois dos vários casos...
 
O primeiro caso diz respeito ao Hospital Pedro Hispano. Não é novidade para ninguém que o referido hospital apresenta uma carência enorme de enfermeiros. Porém, há quantos anos não abre bolsa pública de recrutamento? Pois bem, esta instituição tem recrutado enfermeiros sem permitir igual oportunidade para todos. O estranho disto tudo é terem aberto uma “bolsa secreta” no mês de julho/agosto onde não foi publicitado em qualquer meio. Podem enviar CV para o HPP todos os meses que vão obter a mesma resposta, a de que a bolsa se encontra encerrada. Não nos parece justo… Qual será a forma pela qual é possível exercer funções neste hospital então? Não é uma instituição pública de saúde? Igualdade?
 
O segundo caso diz respeito ao recente processo de recrutamentos de enfermeiros para o CHTS, E.P.E.. Sem desvalorizar ninguém e não sendo hipócritas, como é possível a primeira página encontrar-se repleta de colegas cuja experiência profissional passa por clínicas e cuidados continuados quando temos colegas com anos de experiência profissional (em meio hospitalar – BO, internamentos e outros) que se encontram a meio da classificação? Anos de trabalho não contam? Valorização profissional, onde estás? Este sim, é o exemplo mais vergonhoso de “cunhas”. Uma instituição pública que contrata de acordo com afinidades e não com uma seleção criteriosa dos que realmente investem tempo, vida e dinheiro dá que pensar. Temos realmente muitos problemas na nossa profissão e os quais estão a ser debatidos na atualidade. Contudo, é importante também olhar para o nosso interior e corrigir a viciação que existe.
 
De todas as nossas lutas, não se esqueçam desta. Somos dezenas a sofrer em silêncio e a trabalhar todos os dias, a evoluir e a tornar a nossa profissão mais digna. Não se esqueçam de nós. Temos medo de represálias.

O CRIME NÃO COMPENSA



O CRIME NÃO COMPENSA<CLICAR>


O que diz Olga Castro sobre a manifestação de Lisboa

Também já vi isto e há muito tempo! MUITO GRAVE o que se está a passar! O PCP ñ pode mandar na vontade dos enfermeiros! Ñ PODE! Estive na manifestação de 19/10, por descontentamento e sem amarras partidárias; e o que lá se passou foi insultuoso para os enfermeiros! Nem no antigo regime a censura fazia melhor! Foi tudo manipulado! Nem BASTA se podia gritar em frente ao Ministério da Saúde, ñ fosse ser interpretado como um basta à geringonça. O altifalante da caravana CGTP controlava logo a cena! Foi uma humilhação ir do norte a Lisboa integrar um comício comunista! Mentirosos dum raio! SALAFRÁRIOS! O foco é CARREIRA, com categoria de especialista! Nem SEP nem PCP nem excremento algum consegue apagar o espírito de 2017! A luta vai ter que endurecer, GUERRA! Fim a este engôdo. Acorda Enfermagem, antes que o estrago seja maior e irremediável... 😥