terça-feira, 7 de outubro de 2014

ALEITAMENTO MATERNO 24 HORAS DE APOIO

Os Enfermeiros não dormem, em serviço.
Pelas 3 horas da manhã, na RTP 2 -Sociedade Civil -  ouvimos Mariz José Lemos e Anastácia Teixeira, Parteiras do Serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital de São João, que mantém o apoio às mães que têm problemas com o aleitamento dos filhos, durante as 24 horas.
Gostei de ouvir a clareza e conhecimento que evidenciaram.
Quando a iniciativa é dos Enfermeiros, as coisas correm bem, mesmo bastante bem.

O que está mal no HSJ é a abantesma, avejão,  que está a fingir de directora enfermeira, que nem direito a letras maiúsculas merece.
Ainda há dias foi perturbar as parteiras para rastejar aos pés do director do serviço, que foi fazer queixinhas, à administração do hospital.
Não temos a certeza do que é pior;
se as queixinhas encomendadas pela patroa ginecobstetra, ao director pouco avisado para gerir serviços; se as serviçais (directora enfermeira e lacaia de apoio tipo muleta), que foram provocar as Colegas que deviam respeitar e fazer respeitar.
É este sopeiral, no pior sentido, que convém a gestores medíocres; até as elegem e recomendam.
Mas a Enfermagem não é a imagem que, infelizmente, dão estas más representantes: é muito mais do que isso e, infinitamente, melhor do que isso. A Maria José e a Anastácia, aí estão a impor as suas prestimosas qualidades de profissionais distintas e, por isso, sujeitas às arremetidas das pataqueiras ginecobstetras.
E se não querem estes epítetos respeitam as nossas Colegas, para terem direito a serem respeitadas.
Não esqueçam que a minha tese de mestrado refere a dicotomia direito com direito e dever com dever.
Só tem direito ao respeito (dever de um), quem tem o dever de respeitar (dever do outro).
Voltem mais vezes, para intervalar com os médicos, que desde o bastonário aos mais variegados especialistas estão sempre em antena. Um espanto bem pago pelas forças do mal, no dizer de Matthias Rath.
Parabéns, Colegas!

Maria José Lemos < clique >

Anastácia Teixeira < clique >
Ler o que escrevemos, a propósito, neste blogue.

Com amizade,
José Azevedo

Sem comentários:

Publicar um comentário