quinta-feira, 2 de outubro de 2014

QUANDO NÃO CONSEGUEM DOMINAR TENTAM DESTRUIR

Este é apenas o começo de uma explicação mais ciscunstanciada, do que tem acontecido à Enfermagem, por influência dos mesmos que atacaram a UGT de forma soez, grosseira de mais para vir de um Deputado da Nação, do grupo parlamentar do p c p pago com os nossos impostos para fazer besteira.
Este é o nosso testemunho de solidariedade para com o Secretário Geral da UGT, que foi vítima das bocas foleiras, a que já nos habituou essa gente, que na CPCS dizem o mesmo e impõem as mesmas condições que o grupo representante da UGT, mas que depois, cá fora, dão o dito por não dito, para se armarem em puros.
Estes são os defensores dos trabalhadores que em Viana do Castelo, expulsavam dos estalaeiros os militantes que não pagavam as quotas ao partido; que sabiam , na sede do p c p local mais da situação que se vivia no Estaleiros de Viana do que a própria Administração.
Estes são os defensores dos trabalhadores que impediram em Viana na Manif de 13 de Dezembro, a delegação da UGT de manifestar ali a sua solidariedade aos trabalhadores dos Estaleiros, assim como ao Presidente da Câmara, não obstante ter proporcionado o transporte para os trabalhadores se deslocarem a Lisboa.
São os mesmos que, perdendo o controlo da situação que visava destruir o Estaleiro, foram de chapéu na mão como pedintes, ajoelhar-se sem honra nem dignidade, aos pés do Ministro, que os desmascarou.
Estes são os mesmos que insultam os outros Sindicalistas, que não aderem às greves com calendário anual, marcado por determinação do p c p, para testarem a sua capacidade de mobilização e adesão às suas propostas, sem qualquer respeito pelos interesses dos trabalhadores.
Estes são alguns dos mesmos que vão sempre às manifs, cada vez em menor número dos mesmos. 

Sem comentários:

Publicar um comentário